Bahia, 16 de Outubro de 2021
Por: agazetabahia
19/09/2021 - 06:46:37

O sujeito não tinha expressão nenhuma, vivia a vida na "godera", dando cano em um e outro.

Usava nomes de parentes, aderentes para surrupiar meia dúzia de gente.
Esbanjava talonários de pobres inocentes, dava calote pelo mundo afora, e agora, o cabeça de caboge, anda esnobe, de linho importado, tergal da França, e paletó sob encomenda. 

De pasta na mão, parece gente no avião.
Só em Eunápolis, e na Bahia! Tem gente que bajula!

Veja + Comentários do Tomás