Bahia, 30 de Setembro de 2020
Por: A Gazeta Bahia
15/01/2020 - 09:12:32

Citado em suposta delação premiada do empresário Mário Seabra Suarez com o Ministério Público Federal, que conforme o Estadão Conteúdo, teria relatado supostas entregas de R$ 2 milhões na sede do PT Nacional, em São Paulo, no endereço histórico da agremiação, à Rua Silveira Martins, Sé, o senador Jaques Wagner (PT), através de sua assessoria de comunicação, afirmou não ter tido acesso ao conteúdo de suposta delação, de modo que não comentará o assunto antes de acessar sua íntegra.

Wagner também lamentou que, mais uma vez, pretensos conteúdos de processos que tramitam em segredo de justiça sejam divulgados por veículos de comunicação antes que as partes citadas sejam notificadas. “É reprovável que essas práticas continuem ocorrendo, mesmo após a divulgação de complôs formados para acusar pessoas sem provas, atentando contra o Estado Democrático de Direito”, expressou sua indignação.
Mário Seabra é alvo da Operação Sem Fundos, que investiga supostas propinas nas obras da Torre de Pituba, prédio da Petrobrás em Salvador.

Veja + Comentários do Tomás