Bahia, 19 de Maio de 2024
Por: Ascom
31/05/2023 - 06:02:28

O movimento de cidadania Grita!, associação formada por cidadãos que defendem a democracia e o voto consciente nos integrantes do Poder Legislativo, enviou uma Carta Aberta a todos os deputados federais alertando sobre os perigos para o Brasil de ações como a cassação do deputado Deltan Dallagnol de forma “preventiva”. A Carta foi enviada na semana passada e o reforço foi feito nesta segunda-feira (29) a todos os integrantes da Mesa Executiva da Câmara Federal.

Já atento com os rumos da democracia no país, o Grita! havia enviado no dia 16 de maio pela manhã (à noite veio a notícia da cassação de Dallagnol) outra Carta Aberta, desta vez aos senadores, alertando sobre o perigo de ações do Poder Judiciário colocarem em risco a democracia.

“Nossa preocupação com esse tema é constante, mas confesso que não esperávamos em tão pouco tempo duas ações tão arbitrárias vindas de representantes do Judiciário”, disse o presidente do Movimento, Luiz Esmanhoto, referindo-se ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Consideramos de fundamental importância os parlamentares terem recebido nossas cartas e poderem já planejar ações práticas sobre o assunto”, destaca Esmanhoto. O Grita! apoia iniciativas de insittuições que trabalham pela democracia, como o Ranking dos Políticos - cujo presidente, em sua coletiva de imprensa no Congresso Nacional na semana passada, citou o Grita! como um dos movimentos que estão atentos à atuação dos deputados e senadores.

Conteúdo - Na Carta Aberta em repúdio à cassação de Deltan Dallagnol (ocorrida na terça-feira, 16 de maio), o Grita! convoca os parlamentares, como representantes do povo e da democracia, a se indignarem com a situação e a agirem para que um poder não se sobreponha ao outro.

No documento enviado no início da semana passada aos Senadores, antes da cassação de Dallagnol, o Grita! usa como exemplo a declaração de um ministro do STF, de que “Curitiba tem o germe do fascismo”, para alertar para o perigo iminente de ações do judiciário levarem o país para uma ditadura.

Sobre o Grita!

O Grita! foi fundado no início de 2020 por quatro amigos da turma de 1964 de Engenharia do Instituto de Tecnologia da Aeronáutica (ITA): Luiz Maria Esmanhoto, Manoel Loyola, Cassio Taniguchi e Guy de Manuel. Logo após, três engenheiros do ITA, de turmas posteriores, juntaram-se ao grupo: Arnaldo Coutinho, Francisco Medeiros e Roberto Heinrich, assim como outro entusiastas da causa que hoje compõe o Conselho e a Diretoria. O Grita! é um movimento de cidadania estruturado que agrega diversos setores da sociedade e é aberto a todos que acreditam que melhorar o país é escolher bem o Congresso.

Veja + Reportagem Especial