Bahia, 16 de Outubro de 2021
Por: CNN Brasil
19/09/2021 - 07:14:17

Com dados represados de São Paulo e uma revisão de registros antigos feita pelo Rio de Janeiro, o Brasil registrou 935 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Considerado os números totais da semana epidemiológica encerrada neste sábado (18), foram 3.950 óbitos informados no Brasil. É um aumento de 23% em relação à semana anterior (3.196) e o primeiro aumento semanal desde 19 de junho, depois de 12 semanas com o dado em queda.

A média móvel de mortes subiu de 532, na sexta-feira, para 564 nesta sábado.

De acordo com o Conass, os dados deste sábado incluem informações do estado de São Paulo referentes às últimas 48 horas, e não apenas 24 horas.

Já os dados do Rio foram revisados por conta da “incorporação de registros antigos a partir da integração e alinhamento de dados dos sistema de informações”, também de acordo com o conselho de secretarias.

De acordo com o Ministério da Saúde, foram 92.614 casos represados referentes a 2020 e 2021, e computados no boletim diário deste sábado.

Com isso, o país viu uma disparada no número de casos neste sábado: foram reportadas 150.106 novas infecções pela doença nas últimas 24 horas. Na sexta-feira, tinham sido reportados 11.202 novos casos.

Isso fez com que a média móvel diária de novos casos mais que dobrasse: ela saltou de 15.053 na sexta para 34.452 neste sábado. O dado móvel leva em consideração a média diária de novos registros nos últimos sete dias.

Com a atualização, o país chega um total de 590.508 óbitos e 21.230.325 infecções pela Covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020.

Falta de doses da AstraZeneca
A cidade de São Paulo começou a aplicar a vacina da Pfizer no lugar da segunda dose da AstraZeneca, que está em falta nos postos de saúde. A intercambialidade será adotada em quem está com o esquema vacinal em atraso, justamente pela falta da AstraZeneca. Só na capital paulista são cerca de 340 mil pessoas estão nesta situação. Leia mais

Passaporte da vacina

Entre os países que recebem um grande número de turistas brasileiros ainda permanece uma divergência sobre a liberação de pessoas vindas do Brasil vacinadas contra a Covid-19 com a Coronavac. Segundo um levantamento da Agência CNN, atualizado nesta sexta-feira (17), a entrada de brasileiros que receberam o imunizante está autorizada em países como Alemanha, Holanda e Espanha.

Veja + Reportagem Especial