Bahia, 19 de Maio de 2024
SEM PEDRÃO 2024

Prefeita de Eunápolis Cordélia Torres convoca a imprensa e anuncia o cancelamento do Pedrão 2024
A prefeita fez uma retrospectiva sobre o seu mandato, e os desafios dos enfrentamentos para conduzir a gestão, tendo que enfrentar uma pandemia em 2021. Ressaltando a sua luta para manter o comércio aberto e fortalecido naquele momento. No ano seguinte, ela lembrou que fez um Pedrão que ficou na história, com capacidade de 100 mil pessoas. Um dos melhores da série. "É necessário muita coragem e determinação. Não está sendo fácil para a nossa equipe. Ter que tomar decisões. Na minha decisão com relação às possibilidades e à falta de recursos. Eunápolis é um município que vive sem recursos e com continuas quedas na arrecadação. O TCM recomendou que os municípios não se excedam em gastos com eventos".
Por: A Gazeta Bahia
13/05/2024 - 07:16:31

A prefeita fez uma retrospectiva sobre o seu mandato, e os desafios dos enfrentamentos para conduzir a gestão, tendo que enfrentar uma pandemia em 2021. Ressaltando a sua luta para manter o comércio aberto e fortalecido naquele momento. No ano seguinte, ela lembrou que fez um Pedrão que ficou na história, com capacidade de 100 mil pessoas. Um dos melhores da série.
"É necessário muita coragem e determinação. Não está sendo fácil para a nossa equipe. Ter que tomar decisões. Na minha decisão com relação às possibilidades e à falta de recursos. Eunápolis é um município que vive sem recursos e com continuas quedas na arrecadação. O TCM recomendou que os municípios não se excedam em gastos com eventos".
A prefeita ponderou, e finalmente decidiu que o seu Governo infelizmente não vai realizar o Pedrão este ano!
Ela disse que não faz palhaçada e gracinhas. "Aqui fazemos gestão com responsabilidade. Não estamos brincando", disse.

Segundo o procurador Antônio Pitanga, os municípios receberam recomendações do do TCM que realizem festas se não tiveram recursos em caixa, sob pena de sofrerem reprimendas e penalidades.

Vejam o que disse a prefeita: Segundo seus cálculos, o Pedrão custaria aos cofres públicos cerca de R$ 8 milhões. "Eu vim para incomodar e não para agradar. Eunápolis não tem mais os dízimos e as ofertas. A gestão é do povo! Eu mesma sendo pré-candidata não vou fazer o Pedrão e não vou colocar minhas mãos onde não alcanço. Outra coisa. Quem não fez o Pedrão quando prefeitos, que fiquem calados. Nós estamos em um processo de crescimento e não vamos mexer nos recursos públicos para fazermos o Pedrão. Você que gosta de mim, Deus te abençoa. E quem não gosta, que Deus abençoa também", finalizou.

Veja + Notícias/Geral