Bahia, 16 de Abril de 2024
ALTA DO DESEMPREGO

A maior onda de demissão em massa que o Brasil já viu deve ocorrer em breve
Segundo análises feitas pelo site Metrópoles com base nos relatórios financeiros das empresas, espera-se que até 35 mil trabalhadores sejam dispensados. A rede Dia, que anunciou sua recuperação judicial na última quinta-feira (21), planeja desativar 343 de seus 587 estabelecimentos no Brasil. Já a Casas Bahia, enfrentando prejuízos consecutivos nos últimos anos, optou por fechar 55 lojas em 2023, resultando na demissão de 8,6 mil colaboradores entre o fim de 2022 e o término de 2023.
Por: Jornal Cidade Online
01/04/2024 - 06:25:12

Grandes lojas do varejo como Carrefour, Americanas, Dia, Marisa e Casas Bahia enfrentam um período de crise traumático, levando ao encerramento de mais de 750 unidades em todo o território nacional. Este cenário  ponta para uma onda de demissões em larga escala.

Segundo análises feitas pelo site Metrópoles com base nos relatórios financeiros das empresas, espera-se que até 35 mil trabalhadores sejam dispensados.
A rede Dia, que anunciou sua recuperação judicial na última quinta-feira (21), planeja desativar 343 de seus 587 estabelecimentos no Brasil. Já a Casas Bahia, enfrentando prejuízos consecutivos nos últimos anos, optou por fechar 55 lojas em 2023, resultando na demissão de 8,6 mil colaboradores entre o fim de 2022 e o término de
2023.

A situação da Americanas é uma das mais emblemáticas, com a continuidade do fechamento de lojas e redução do quadro de funcionários. Desde que entrou em recuperação judicial em janeiro de 2023, devido à descoberta de uma fraude contábil que chegou a R$ 25,2 bilhões, a rede já encerrou as atividades de 152 lojas, conforme
anunciado recentemente pela empresa. No período de janeiro de 2023 a fevereiro de 2024, a Americanas dispensou 10.435 empregados.

O Carrefour divulgou em fevereiro seu plano de encerrar as atividades de 123 unidades, incluindo 16 hipermercados, 94 lojas da bandeira Todo Dia e 13 das marcas Nacional e Bom Preço. Apesar de não revelar o número exato de desligamentos, estima-se, de acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), que o total de demissões possa alcançar 12,5 mil trabalhadores.

Por fim, a Marisa anunciou na última semana, por meio de um comunicado ao mercado antecipando seu balanço financeiro, o fechamento de 91 lojas em 2023. Levando em conta as informações da SBVC, o número de demissões neste processo pode chegar a 2,4 mil colaboradores.

 

Veja + Notícias/Geral