Bahia, 16 de Abril de 2024
Por: Agazetabahia
30/03/2024 - 06:23:11

Os discursos sobre a implantação do esgotamento no município de Eunápolis foram enterrados juntamente com a politicagem suja.

A cidade que tem cerca de 120 mil pessoas, talvez, seja uma das poucas no estado a não ter este tipo de equipamento, de suma importância para as famílias e para a sociedade no todo.
Já houve até a confirmação por parte do ex-prefeito Neto Guerrieri de um recurso grande creditado na conta da Caixa Econômica Federal com essa finalidade. Tanto o dinheiro, assim como, a concretização do serviço, desapareceram.

Esses engodos, misturados com a falta de representatividade, são fatores preponderantes para esse caos social infame.
Obtivemos informações que, visando ampliar  o acesso à água tratada e ao esgotamento sanitário na Bahia, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), desembolsou cerca de R$ 1 bilhão, em 2023. Isso possibilitou o acréscimo de 97 mil ligações de água e 69 mil de esgoto ao longo do ano, nos 368 municípios onde atua. Essas informações estão disponíveis no Relatório de Administração e Demonstrações Financeiras divulgado nesta sexta-feira (29).

Enquanto isso, Eunápolis sobrevive sobre milhares de fossas e muitos lugares, com o esgoto escorrendo a céu aberto.

Veja + Notícias/Geral