Bahia, 16 de Junho de 2024
Por: Ascom/ BNDES
26/09/2023 - 06:13:16

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a iNovaLand Investment Limited, gestora de fundos em projetos de reflorestamento, realizaram nesta segunda-feira, 25, reunião para selar parceria no âmbito da Iniciativa Floresta Viva, do BNDES, que tem como objetivo a recuperação de biomas brasileiros.

Por meio de protocolo de intenções, as duas entidades se comprometem a investir até R$ 15 milhões, sendo até R$ 7,5 milhões de cada uma, em projetos de restauração florestal com espécies nativas na Mata Atlântica e de uso sustentável do solo no Corredor Central da Mata Atlântica. A parceria visa contribuir para o aumento da cobertura vegetal na região, auxiliando também a fortalecer a cadeia produtiva do setor de restauração ecológica.

“A restauração ecológica é um processo que requer tempo, recursos e esforços contínuos. Por meio da parceria com a InovaLand, esperamos restaurar áreas na região Sul da Bahia, bem como apoiar o desenvolvimento de atividades econômicas sustentáveis, que contribuam para a economia local, promovendo a cultura da conservação ambiental. Esperamos, também, levar benefícios sociais para a região, como a geração de empregos e renda para as comunidades locais”, destacou a diretora Socioambiental do BNDES, Tereza Campello.

A parceria prevê o apoio a ações baseadas na mobilização direta das comunidades tradicionais locais, construindo ecossistemas resilientes, impulsionando ações focadas no desenvolvimento sustentável – como agroflorestas, produção de madeira e alimentos –, e promovendo a proteção e restauração de áreas degradadas para conectar fragmentos da Mata Atlântica.

Entre os resultados esperados da atuação conjunta, estão o sequestro de carbono da atmosfera, contribuindo para mitigação das mudanças climáticas, a manutenção da biodiversidade e a preservação de recursos hídricos. Há previsão também de investimento em projetos geridos e executados por agricultores familiares, povos indígenas, quilombolas, comunidades rurais e assentamentos.

De acordo com o representante da iNovaLand no Brasil, Márcio Braga, “a parceria é um diferencial para ambas as partes, pois as ações beneficiarão as comunidades pequenas, contribuindo para gerar transformação social e ambiental diretamente para o pequeno produtor”.

Alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), o Floresta Viva contribui para as metas globais de combate e mitigação dos efeitos das mudanças climáticas ao apoiar projetos de restauração ecológica e preservação da biodiversidade em diferentes biomas. Por meio da iniciativa, o BNDES estima atingir R$ 1 bi em investimentos para restaurar entre 32 mil e 66 mil hectares e retirar até 18 mi de toneladas de CO2 da atmosfera.

A iNovaLand Investments é uma organização sediada no Reino Unido que atua com gestão de fundos e contratos para investidores e entidades envolvidas em projetos de reflorestamento. Atualmente, é gestora de três fundos de restauração florestal, entre eles o Fundo Ambiental Sul Baiano (FASB), numa área que abrange 23 municípios e 1,1 milhão de habitantes. Seus contratos somam cerca de 11 milhões de euros.

Veja + Notícias/Geral