Bahia, 19 de Maio de 2024
Por: agazetabahia
21/03/2023 - 06:09:23

Como diz o ditado: neste mato tem coelho, raposa e cobras peçonhentas! Nos últimos dias, notamos um certo movimento crescente  nas redes sociais, com postagens de cards, pautas confusas e textos direcionados, parecendo escrita comprada, mencionando o impeachment da prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres.

Tal movimento nasce de forma orquestrada, com o engajamento de alguns e algumas vereadores(as), donos de mandatos confusos e sem credibilidade alguma perante a sociedade e o eleitorado. A maioria chegou até agora beneficiada com cargos na Prefeitura e outros agrados.

Portanto, não cabe a esses e a essas jogarem nas ruas pedidos de afastamento da prefeita por pura vingança e revolta.
Todos(as) ou quase a maioria abocanhou cargos públicos, e foram vistos em locais suspeitos recebendo ajudas.
Toda população sabe que por trás desse movimento suspeito existem pessoas interessadas na derrocada da gestora, e maldosamente torcendo para que o pior aconteça.

O momento é delicado para todos. A cidade vem sobrevivendo há mais de dois anos sob longas e impiedosas tempestades, culminando com a destruição das estruturas pública como estradas vicinais e outros setores.
Voltando às postagens, estamos observando a manipulação das pautas, pessoas que antes brigavam por Cordélia, e que ate hoje, ainda recebem benefícios, estão se colocaram como seus inimigos.

Por outro lado, a prefeita teve sim, oportunidades de avançar muito mais em seu governo. Teve a chance de tornar Eunápolis diferente, e transformar a política local. Mas isso não é motivo para essas rebeliões, vindas por parte de vereadores quem foram beneficiados por indicações, hoje, banidas por parte da prefeita.

O momento é de cautela! A gestão está fazendo obras, os serviços estão andando. Setores como a Educação, Saúde, Esportes, Assistência Social e Meio Ambiente estão trabalhando com desempenho.
A convocação precipitada para um impeachment neste momento, não passa de um jogo de interesse, e deve naufragar.
A cidade precisa avançar!

Veja + Notícias/Geral