Bahia, 19 de Maio de 2024
ACM NETO

ACM Neto critica índices de violência na Bahia: "Os números são alarmantes"
Ex-prefeito de Salvador questionou falta de ação do Governo do Estado; Bahia tem maior número de mortes violentas em todo o país pela 4ª vez consecutiva. O ex-prefeito de Salvador e secretário-geral do União Brasil, ACM Neto, criticou nesta quarta-feira (01) os altos índices de violência registrados na Bahia. De acordo com o Monitor da Violência, o estado lidera o número de mortes violentas, pelo quarto ano consecutivo, de todo o país.
Por: Ascom
17/03/2023 - 05:57:49

Ex-prefeito de Salvador questionou falta de ação do Governo do Estado; Bahia tem maior número de mortes violentas em todo o país pela 4ª vez consecutiva

O ex-prefeito de Salvador e secretário-geral do União Brasil, ACM Neto, criticou nesta quarta-feira (01) os altos índices de violência registrados na Bahia. De acordo com o Monitor da Violência, o estado lidera o número de mortes violentas, pelo quarto ano consecutivo, de todo o país. 

ACM Neto ressaltou, em publicação nas redes sociais, que os números são "alarmantes", e que é preciso uma reação imediata do Governo do Estado a fim de solucionar os graves problemas da segurança pública na Bahia. 

"A gente vê que esses números são alarmantes. Comparando, por exemplo, com a Guerra da Ucrânia, foram assassinadas, por habitante, um número maior de pessoas na Bahia do que na própria guerra. E essa é a sensação, esse é o sentimento que as pessoas têm no dia a dia do nosso estado. Do aumento da insegurança, de que a violência se aproxima da sua família", destacou. 

Neto questionou ainda as atitudes do Governo do Estado, grupo que está na gestão da Bahia há 17 anos e ainda não conseguiu criar ações efetivas de combate à criminalidade. Para o ex-prefeito da capital baiana, não dá mais para "encobrir o que está acontecendo". 

"O governador criticou a imprensa porque divulgou dados e fatos sobre a violência em nosso estado. Nós esperamos outro tipo de postura do governador. Ao invés de querer encobrir o que está acontecendo, é preciso ação, é preciso reação, é preciso imediata atividade do governo do Estado para enfrentar o crime, para colocar bandido na cadeira e para devolver a paz e a segurança ao nosso cidadão", enfatizou ACM Neto. 

Veja + Notícias/Geral