Bahia, 06 de Outubro de 2022
PEDRO VAILANT

Pedro Vailant pioneiro do setor agroflorestal da região fala sobre a importância do Fórum da Cadeia Produtiva
Conforme explicou, esta terra era órfã de atividade econômica naquela época. Prevalecia por aqui as serrarias e outras atividades. "Havia perfeitas condições para se implantar por aqui um projeto desenvolvimentista compatível com a vocação desta localidade". Questionado como se iniciou este processo que deu certo, Pedro enfatizou que no ano de 1986, ele com o Paulo Silveira, já falecido, de posse do projeto, procuraram investidor, mas isso só se tornou realidade com o surgimento do plano real, e o controle da inflação. Daí, criando-se as reais condições para atrair um investidor estrangeiro.
Por: agazetabahia
20/09/2022 - 06:14:57

A editoria do agazetabahia conversou com o engenheiro Pedro Vailant para uma abordagem sobre o Fórum da Cadeia Produtiva da Região Sul e Extremo Sul da Bahia, que acontecerá em Eunápolis, na Loja Maçônica 5 de Novembro nos dias 21 e 22 deste mês.

Pedro é conhecido como o homem responsável pela criação do projeto Veracel e as condições objetivas para a expansão do agronegócio nesta região.
Conforme explicou, esta terra era órfã de atividade econômica naquela época. Prevalecia por aqui as serrarias e outras atividades.
"Havia perfeitas condições para se implantar por aqui um projeto desenvolvimentista  compatível com a vocação desta localidade".
Questionado como se iniciou este processo que deu certo, Pedro  enfatizou que no ano de 1986, ele com o Paulo Silveira, já falecido, de posse do projeto, procuraram  investidor, mas isso só se tornou realidade com o surgimento do plano real, e o controle da inflação. Daí, criando-se as reais condições para atrair um investidor estrangeiro. 

No ano de 1990, Pedro Vailant chegou para ficar na região, e apresentar para as principais lideranças da região, o projeto Vera Cruz Florestal, hoje Veracel Celulose.

A luta de Pedro foi enorme para a consolidação de todo projeto. A busca pela licença ambiental de todo projeto global, as compras das terras para a formação da base florestal. Depois houve o processo da incorporação do sócio estrangeiro do segmento de celulose e papel.
Os desafios para trazer o sócio estrangeiro para visitar esta região foram enormes. Hoje, ele se orgulha de ver esta terra sendo referência no setor agroflorestal do Brasil.

Perguntamos como avalia a realização do Fórum Agroflorestal, com início nesta quarta-feira, 21, nesta cidade? Pedro disse que hoje sente-se feliz  em ver o produtor rural incorporando altas tecnologias de produção, tanto na área da pecuária, como na agricultura. "Isso decorre naturalmente do processo de produção. Esse Fórum tem uma importância emblemática, no sentido de mostrar a evolução que o setor agroflorestal em nossa região, bem como,  desmontando de vez os mitos sobre as plantações de eucalipto. O que me entristece é que esta evolução não tem sido acompanhada pelos governantes, tanto municipal, como estadual", finalizou Vailant.

Veja + Notícias/Geral