Bahia, 01 de Julho de 2022
DOAÇÃO DE SANGUE

Hemoba mobiliza doadores para atender demanda de cirurgias
A Fundação Hemoba alerta sobre a importância da continuidade da doação de sangue dos voluntários para atender a crescente demanda de transfusões, principalmente dos hospitais de emergência do estado da Bahia. Além disso, desde março deste ano, houve um aumento de cirurgias eletivas (programadas) que estavam represadas durante a pandemia da Covid-19. Na primeira quinzena do mês maio, houve um aumento de 25% nas solicitações de hemocomponentes pelos principais hospitais de Salvador, comparado com todo o mês de abril.
Por: Ascom/ BA
20/05/2022 - 05:35:40

A Fundação Hemoba alerta sobre a importância da continuidade da doação de sangue dos voluntários para atender a crescente demanda de transfusões, principalmente dos hospitais de emergência do estado da Bahia. Além disso, desde março deste ano, houve um aumento de cirurgias eletivas (programadas) que estavam represadas durante a pandemia da Covid-19. Na primeira quinzena do mês maio, houve um aumento de 25% nas solicitações de hemocomponentes pelos principais hospitais de Salvador, comparado com todo o mês de abril.

No momento, as unidades da Hemoba em todo o estado apresentam estoque crítico para os grupos O negativo, O positivo, A negativo e B negativo, e em alerta para as demais tipagens, apesar do aumento de candidatos à doação de sangue em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2022, de janeiro a abril, foram registrados 51.197 candidatos, sendo considerados 12.050 inaptos e 39.147 aptos para doação. Já no mesmo período de 2021, foram 44.077 candidatos, 9.427 inaptos e 34.650 aptos, quando vigoravam as regras sanitárias mais rígidas contra a pandemia.

Para Luiz Catto, diretor geral da Hemoba, é preciso solidariedade para garantir o cumprimento das agendas de cirurgias. “Frente a um estoque crítico, são priorizadas as situações de urgência e emergência. O que pode trazer interrupção de fluxo na realização de cirurgias eletivas. Por isso convidamos os voluntários para que venham aos nossos postos de coleta”, pontua.

Sobre a doação – Para doar sangue, o voluntário deve estar de máscara, em boas condições de saúde, sem sintomas virais, pesar mais de 50 quilos, estar bem alimentado, ter dormido pelo menos 6h, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não fumar por, pelo menos, 2 horas, e ter entre 16 e 69 anos incompletos. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados de um responsável legal, e apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.

Veja + Notícias/Geral