Bahia, 20 de Maio de 2022
GUARATINGA

Prefeitura de Guaratinga inicia pagamento de aluguel social para famílias que perderam as casas na chuva
As famílias que ficaram desabrigadas em Guaratinga, após as chuvas que caíram no mês de dezembro, começaram a receber da prefeitura nesta segunda-feira (24) o aluguel social de R$ 200. A medida foi informada pelo secretário de Desenvolvimento Val Menezes, e será concedida por seis meses, podendo ser prorrogado por mais seis.
Por: Ascom/ Prefeitura de Guaratinga
26/01/2022 - 07:50:05

As famílias que ficaram desabrigadas em Guaratinga, após as chuvas que caíram no mês de dezembro, começaram a receber da prefeitura nesta segunda-feira (24) o aluguel social de R$ 200. A medida foi informada
pelo secretário de Desenvolvimento Val Menezes, e será concedida por seis meses, podendo ser prorrogado por mais seis.

O auxílio tem o objetivo de proporcionar opção de moradia às 71 famílias que permanecem abrigadas em escolas do município após o forte temporal que atingiu o município. Visa também a desocupação das escolas que estão servindo de abrigo para o início do ano letivo de forma presencial.

De acordo com o secretário da pasta, foi necessário criar uma resolução na Lei Municipal nº 718/2017, para o benefício ser entregue direto às famílias e que as mesmas possam alugar um imóvel temporário com o valor
entregue pelo município.

“Já foi feito um decreto que regulamenta o pagamento em pecúnia. Estamos trabalhando para atender de fato essa necessidade. Sabemos a dificuldade de locação de imóveis no nosso município e exatamente por isso
recorremos ao Conselho Municipal de Assistência Social para criar essa opção de pagamento direto ao beneficiário. A medida já foi aprovada em Conselho e publicado o decreto no Diário Oficial do Município. E os
pagamentos já estão sendo realizados”, explicou Val Menezes.

Na última semana, a prefeita Marlene Dantas esteve visitando os abrigos na sede, São João do Sul e Buranhém juntamente com representantes da Procuradoria e da Secretaria de Desenvolvimento Social para explicar
sobre o pagamento do auxílio.

“Ainda estamos buscando ajuda nas instâncias estadual e federal para que possamos construir casas para essas pessoas. Essa é uma forma de ajuda que conseguimos a curto prazo para que essas famílias não fiquem
desamparadas”, disse a Prefeita Marlene Dantas.

Veja + Notícias/Geral