Bahia, 01 de Dezembro de 2021
OAB- EUNÁPOLIS

Presidente da OAB-Eunápolis, Leonardo Maia foi eleito Conselheiro Estadual da Ordem
A advocacia regional contará, a partir de 2022, com o advogado Leonardo Maia como Conselheiro Estadual da OAB-Bahia, eleito na chapa vencedora do pleito para o triênio 2022/2024. A classe dos advogados escolheu a advogada Daniela Borges como presidente, ela que encabeçou a chapa “União pela Advocacia” e pertence ao grupo que dirige a OAB-BA atualmente. Ela sucederá o presidente Fabricio de Castro.
Por: Ascom/ OAB
25/11/2021 - 23:37:45

A advocacia regional contará, a partir de 2022, com o advogado Leonardo Maia como Conselheiro Estadual da OAB-Bahia, eleito na chapa vencedora do pleito para o triênio 2022/2024.

A classe dos advogados escolheu a advogada Daniela Borges como presidente, ela que encabeçou a chapa “União pela Advocacia” e pertence ao grupo que dirige a OAB-BA atualmente. Ela sucederá o presidente Fabricio de Castro.

Segundo Maia, a advocacia precisa de oxigenação e entender o real papel que exerce para o constituinte e para a sociedade como um todo. Na visão do Conselheiro Estadual eleito, é necessário arregaçar as mangas para resgatar o sentimento de esperança e real valor de nossa importante profissão.

 

“A advocacia baiana, assim como a advocacia brasileira, passa por uma espécie de crise existencial. A pandemia abalou profundamente a saúde mental da advocacia, e essa é, dentre tantas outras, uma bandeira que a presidente eleita se comprometeu em levantar. Se o advogado não se sente satisfeito pelo seu próprio trabalho, dificilmente conseguirá bem representar o seu cliente. Se não tem amor pelo faz, entendendo o seu papel na construção da justiça, toda a advocacia sofre com isso. A valorização profissional tem base na valorização pessoal. Uma depende necessariamente da outra. Acreditamos muito no projeto de Daniela Borges.”

Finalizando a entrevista o atual presidente da OAB parabenizou a vitória do Dr. Zaqueu Soares Muniz e toda a sua chapa, felicitando-os pela forma como foi conduzida a campanha. Sem ataques rasteiros, mesmo diante das provocações. A advocacia venceu.

Veja + Notícias/Geral