Bahia, 01 de Dezembro de 2021
Por: agazetabahia
21/11/2021 - 23:36:45

Denúncia falsa no Ministério Público, através de e-mail, está impedindo dezenas de pequenos agricultores de vários assentamentos, como o Baixa Verde, Sapucaeirinha, Ponto Bahia, Ponto Maneca, Projeto Santa Maria, Projeto Maravilha, Colônia e outros, de entregarem produtos da merenda escolar em Eunápolis, através do PNAE.
Conforme foi mencionado por diversos agricultores e agricultoras reunidos(as), neste domingo, 21, na sede da Associação Sociedade Comunitária Vila Colônia, localizada no distrito da Colônia, uma entidade com cerca de 30 anos de fundação, pessoas ligadas a um homem de nome Bira Rosa, utilizaram de má fé, sendo as responsáveis pela denúncia falsa,  utilizando criminosamente o nome da presidente do Sindicato dos(as) Trabalhadores(as) Rurais de Eunápolis, Maria das Graças Lima dos Santos, como se fosse a denunciante, além citar outras pessoas de forma indevida, fato que levou a Secretaria de Gestão da Prefeitura de Eunápolis, a abrir Sindicância Administrativa, e apurar os fatos imediatamente.

Com isso, as entregas dos produtos para a Merenda Escolar foram temporariamente suspensas, tendo a Comissão Permanente de Sindicância, 60 dias para apurar, e concluir os trabalhos.
A presidente da Associação Sociedade Comunitária Rural Vila Colônia, Ingrid Melo, disse que nesta segunda-feira, 22, que os membros da diretoria estarão reunidos com o secretário Paulo Dapé, buscando soluções urgentes para essa questão, onde mostrarão a ele, que os denunciantes agiram criminosamente, e que diante dessa gravidade estarão solicitando a imediata conclusão da Sindicância. "Caso a Prefeitura não encontre uma solução, já que o nome da denunciante foi utilizado criminosamente na tal denúncia, já na terça-feira, estaremos na porta do Gabinete da prefeita, com dezenas de pequenos agricultores com seus produtos que hoje, estão se perdendo no campo, e na sede da Associação. Do Gabinete, vamos até o Ministro Público. Nós precisamos ser ouvidos. Nossa Associação é limpa. Temos todas as certidões exigidas no processo licitatório, e uma história de três décadas de fundação", disse Ingrid Melo.

Durante a reunião neste domingo, na sede da Associação, onde estiveram presentes dezenas de pequenos agricultores, a presidente do Sindicato dos(das) Trabalhadores(as) Rurais, Maria das Graças gravou um vídeo, revoltada com o aparecimento do seu nome na falsa denúncia junto ao MP, garantindo que vai procurar as autoridades competentes, nesta segunda-feira, 22, para denunciar a trama.


Foto: Produtos para serem entregues.

Veja o vídeo:

Veja + Notícias/Geral