Bahia, 02 de Agosto de 2021
GUARATINGA

Reunião discute regularização dos açougueiros de Guaratinga
A Prefeitura de Guaratinga e a Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio se reuniram com os comerciantes de carnes do município no início de Julho. O encontro teve o objetivo de buscar soluções para regularizar a categoria, como exige a ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), e modernizar o abate e venda de carnes. De acordo com o secretário da pasta, Clebson Pereira, a reunião foi proveitosa e os açougueiros deram o primeiro passo para criar uma associação. “Ao criar uma associação será possível que a categoria tenha respaldo legal para realizar reivindicações, além de poder fechar co
Por: Ascom/ Prefeitura de Guaratinga
18/07/2021 - 07:18:17

A Prefeitura de Guaratinga e a Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio se reuniram com os comerciantes de carnes do município no início de Julho. O encontro teve o objetivo de buscar soluções para regularizar a categoria, como exige a ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia), e modernizar o abate e venda de carnes.

De acordo com o secretário da pasta, Clebson Pereira, a reunião foi proveitosa e os açougueiros deram o primeiro passo para criar uma associação. “Ao criar uma associação será possível que a categoria tenha respaldo legal para realizar reivindicações, além de poder fechar convênios e parcerias. A prefeitura estará disponibilizando o serviço jurídico aos açougueiros para dar suporte no processo de criação da entidade”, disse.

A recomendação para regular a atividade no município vem sendo cobrada há tempos pela ADAB e o Ministério Público, mas só a atual gestão teve compromisso de assumir. Os açougueiros também terão um local adequado para a venda dos produtos, pois o Mercado Municipal de Carnes está sendo reformado pelo Governo do Estado.

Neste ano, a prefeitura implantou o serviço veterinário gratuito para criadores de gado com atendimentos de reprodução e nutrição animal, a fim de fomentar a pecuária. Aos poucos, Guaratinga está trilhando novos rumos e terá condições adequadas para comercializar carnes, evitando apreensões e a garantia de produtos de qualidade aos consumidores.
 

Veja + Notícias/Geral