Bahia, 30 de Novembro de 2020
POLÍCIA FEDERAL

Sede da Secretaria de Saúde da Bahia é alvo de operação da PF nesta quinta
A sede da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), em Salvador, é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (19). De acordo com informações do site Bahia Notícias, foram expedidos seis mandados de prisão, cinco de preventiva e um de temporária, e outros 16 de busca e apreensão.
Por: Política Livre
19/11/2020 - 16:37:57

A sede da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), em Salvador, é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (19). De acordo com informações do site Bahia Notícias, foram expedidos seis mandados de prisão, cinco de preventiva e um de temporária, e outros 16 de busca e apreensão.

Além da capital baiana, eles são cumpridos nos municípios de Castro Alves, Guanambi e Juazeiro. Segundo o site, um dos alvos é o setor responsável por contratos. De acordo com a PF, a operação batizada de Metástase conta com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e visa a desarticular um esquema de fraude em licitações e desvio de recursos públicos destinados à gestão do Hospital Regional de Juazeiro.

Os agentes apuraram que a organização criminosa investigada passou a dominar a gestão de inúmeras unidades da rede estadual de saúde sob gestão indireta. Com fraudes nas licitações públicas, eles usavam diferentes Organizações Sociais de Saúde (OSs), que, na verdade, são controladas pelo mesmo grupo empresarial. Ou seja, eram registradas em nome de “laranjas”.

Veja + Notícias/Geral
PRESO SUSPEITO DE INVADIR O SISTEMA DO TSE

Polícia Federal prende em Portugal suspeito de invadir sistema do Tribunal Superior Eleitoral, operação segue em andamento
Operação da Polícia Federal, em conjunto com a polícia de Portugal, prendeu neste sábado (28) um suspeito de invadir o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Batizada de Exploit, a operação teve como objetivo desarticular um grupo criminoso que seria o responsável pelos ataques hackers ao TSE no primeiro turno das eleições deste ano, com o acesso e divulgação ilegal de informações de servidores públicos do Tribunal.