Bahia, 30 de Novembro de 2020
CONFERÊNCIA ONLINE

IFBA realizará nesta sexta-feira, Jornada das Relações Étnicas e Raciais com participação de autoridades
Hoje (20), a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) participa da Jornada das Relações Étnicas e Raciais, promovida pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA).
Por: Ascom - SJDHDS
20/11/2020 - 06:25:38

Hoje (20), a Secretaria de Justiça,  Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) participa da Jornada das Relações Étnicas e Raciais, promovida pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA).

A SJDHDS estará na mesa redonda "COVID-19 e os Povos Indígenas do Nordeste: impactos, ataques e formas de enfrentamento coletivo", que acontece às 16h, com transmissão por meio do canal TV IFBA no YouTube.

O debate contará com as participações de Daniel Marques, advogado e coordenador de Proteção aos Direitos Humanos da SJDHDS, e do Cacique Babau. A mediação será feita por Thelma Lima.

Jornada das Relações Étnicas e Raciais (JRER)

Em sua 14ª edição, essa será a primeira vez que a JRER acontece virtualmente.

O evento é  um espaço de culminância de debates e de contribuição para materialização da Lei 10.639/2003, todos os anos, a JRER une pessoas para discutir um tema atual e transversal às questões étnicas e raciais.

Em 2020, ano marcado pela pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a jornada vai propor diálogos e reflexões sobre os impactos dessa crise sanitária para as populações negras, quilombolas e indígenas, bem como para a área da educação.

Conferências, mesas temáticas, exposições virtuais, apresentações culturais e minicursos farão parte da programação do evento que será aberto ao público.

Veja + Notícias/Geral
PRESO SUSPEITO DE INVADIR O SISTEMA DO TSE

Polícia Federal prende em Portugal suspeito de invadir sistema do Tribunal Superior Eleitoral, operação segue em andamento
Operação da Polícia Federal, em conjunto com a polícia de Portugal, prendeu neste sábado (28) um suspeito de invadir o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Batizada de Exploit, a operação teve como objetivo desarticular um grupo criminoso que seria o responsável pelos ataques hackers ao TSE no primeiro turno das eleições deste ano, com o acesso e divulgação ilegal de informações de servidores públicos do Tribunal.